Bipolaridade - Aprendendo a lidar

                                          Foto: X-Men 


Ter transtorno bipolar não significa que vc terá uma vida limitada. De forma alguma. Mas, significa que vc vai ter que aprender a se conhecer melhor. Ou seja, isso não é uma opção.
Conhecer a si mesmo lhe dará ferramentas para cuidar melhor de si, para que com isso vc esteja preparado para viver melhor, para se preparar para lidar com situações difíceis e até mesmo para dá voos altos.
Tudo é questão de vc querer!

O problema não é ousar, o problema é ousar sem preparação, sem o corpo ou  a mente estar preparada ou sem um momento ou circunstancias adequada.
Eu brinco com meus amigos que o transtorno bipolar é como se fosse uma analogia aos ex-men, por isso coloquei a foto acima. Sei que  alguns que olhar rapidamente podem pensar até que estou eufórica. A foto acima é apenas uma forma didática que achei para falar do assunto. É claro que não temos superpoderes, mas temos muitas sensibilidade, muitos dons ou agilidades acima do padrão normal. Isso não sou eu que digo, são pesquisas relacionadas à bipolaridade  e a inteligência ou a artes.
Agora, como no caso do ex-men que vão para a escola do Professor Xavier para aprenderem a lidar com os seus poderes. Devemos aprender a lidar com "os nossos poderes". Assim, como os poderes fazem bem, como diz o professor Xavier: Se vc não souber controla-los eles controlam vc.
 A bipolaridade é a mesma coisa vc não tem que se refém dela, vc tem que aprender a lidar com ela.
É claro que aprender a lidar e conviver com o transtorno bipolar leva tempo, requer muita dedicação.
Mas, as crises vem para a gente aprender com elas, pelo menos o que não se deve fazer...

Mas, porque aprender a conviver com o transtorno bipolar é um processo tão demorado?

Porque não é apenas seguir o tratamento medicamentoso. Por exemplo, alguns médicos dizem que  a medicação não representa nem 20% desse controle.
O tratamento completo (como muitos dizem) requer, além da medicação, a terapia, o apoio familiar, as mudanças de hábitos de vida, etc..
 Mas, isso tudo não basta. Pois, tem vários casos de pessoas que seguem tudo certinho e ainda sim volta e meia apresentam crises ou recaídas.
Porque para lidar com o transtorno bipolar vc precisa aprender a lidar consigo mesmo primeiro, e conhecer a si mesmo é um processo difícil, demorado. Como é um processo, com isso vc estará sempre aprendendo e se conhecendo. 
A medida que vc se conhece mais, vc não vai apenas a prender a conviver melhor com a bipolaridade, vc vai conviver melhor consigo mesmo. Vai  aprender ter mais discernimento, pois intuitivamente vc saberá o que é melhor pra vc. Vai aprender a lidar melhor com as derrotas e saber que uma queda não significa que o mundo acabou. Vai aprender a se levantar das quedas e não importam quantas forem. Vai aprender a olhar pro mundo de uma forma diferente e vai se enxergar de forma diferente também. Vai aprender a lidar e reconhecer as oportunidades, vai conseguir terminar seus projetos ir  atrás do seus sonhos e metas ou vai criar novos sonhos, pois os velhos podem não se identificar mais com vc.

Portanto, aprendendo a lidar com a  bipolaridade vc vai conseguir mais do que ter uma vida normal, vc vai conseguir ser Feliz! Atingir as conquistas almejadas e reconhecer e se alegrar com as que já têm. Pois, felicidade não é apenas chegar na meta final, mas é conseguir viver o processo, cada conquista.



Acompanhe no Facebook  e no Instagram e Inscreva-se no canal Viviane Vaz Coach no Youtube.  Mais Informações acessem o site coachesdesuperacao.com 



3 comentários:

Cláudio André Couto disse...

Sua analogia com os X-Men é a mesma que a minha. Não temos super-poderes, mas somos diferentes, e, infelizmente, os "normais" têm dificuldade para lidar conosco. Apesar de não termos os tais super-poderes, nossas habilidades são acima da média. E isso assusta o povo. A única saída é aprender a controlar as habilidades, muitas vezes fingindo ser "normal", para nos inserir na sociedade, sem nunca esquecer que somos X-Men....

Anônimo disse...

A analogia está interessante, seria interessante que alguma associação começasse a procurar os bipolares, a ajuda-los a sair do seu mundo para viverem numa comunidade, visto serem rotulados de aberrações, por muitos ignorantes, a reinserção é quase impossível em alguns casos, quem vive afastado dos meios urbanos onde se encontram as poucas associações de ajuda, vê-se muitas obrigado a viver em reclusão, mesmo que tenha um extremo potencial .

P.F.

Mente inquieta disse...

P.F
Concordo com vc! Ainda há muito preconceito e ignorância sobre o assunto. E, esse ambiente hostil acaba que atrapalha o bipolar e faz com que ele fique mais enclausurado.
Concordo que em muitas cidades não tem associação nem grupos de apoio e isso dificulta na recuperação do bipolar.
Por isso nesse momento é muito importante o apoio da família e amigos.
Infelizmente a sociedade ainda é preconceituosa, melhorou um pouco em relação a épocas anteriores, mas ainda tem um longo caminho a percorrer para que as pessoas um dia entendam o que é ter transtorno bipolar ou se não entendam pelo menos respeitem e não juguem.
O ambiente tem que ser favorável para ajudar na recuperação e na inclusão do bipolar.
Se o bipolar não tiver muitas alternativas ele tem que aprender a se virar com o que tem.
Claro que seria interessante que existisse uma associação que procurassem os bipolares para ajudá-los...Talvez até exista ou um dia irá existir...
Mas, enquanto isso não acontece, a gente tem que se virar..
Abraços!