Pode não ser bipolaridade..

É muito comum quando a gente vai ao médico eles perguntam se você toma remédios, quais remédios você toma. Claro que é importante falar a verdade, pois tem remédios que tem interação medicamentosa. Mas, uma coisa é fato:

Pacientes psiquiátricos em geral sofrem muito preconceito.

Pois, muitas vezes quando o paciente chega a algum médico reclamando de algo e diz antes que tem o transtorno bipolar, muitos médicos acham de cara que é descompensarão do distúrbio, que você esta assim porque esta estressada, ou por que esta deprimida, ou por causa de alguma coisa relacionada à bipolaridade.

Porém, pacientes psiquiátricos também ficam doentes de outras coisas e muitas vezes não conseguem ajuda porque suas queixas não são levadas a sério.

Isso que acontece, infelizmente é mais comum do que a gente pensa, observe quando o médico te pergunta sobre que medicamentos você usa e você começa a listar os nomes dos medicamentos a cara dele até muda. É como se ele parece de prestar atenção nos sintomas da doença que te levaram lá e passa-se a dá ênfase no seu tratamento psiquiátrico.

Tem alguns médicos tão “idiotas”, que chegam a sugerir que além do seu problema ser psiquiátrico que você deveria, mesmo com aquela dor, ir ao psiquiatra ao invés de ir ao hospital.

Mas, como eu disse antes, os bipolares também adoecem de outras doenças.

Num mundo ideal, se poderia discutir normalmente o uso de medicação psiquiátrica como se fala de uso de anti-hipertensivo ou insulina.

É muito difícil achar um profissional isento que olhe o bipolar como ser humano e então possibilita o diagnostico de outros males.

Infelizmente não se deve omitir o uso e diagnóstico para o profissional de saúde.

Mas, devemos procurar sim, profissionais com um olhar mais humanizado e se precisar deixar claro que você quer que ele te analise com os sintomas que te levaram ao consultório e que ele distinga o que é bipolaridade ou o que não tem nada haver com a bipolaridade.

Pois, nem tudo que o bipolar sente é crise, pois pode não ser bipolaridade.


Acompanhe no Facebook  e no Instagram e Inscreva-se no canal Viviane Vaz Coach no Youtube.  Mais Informações acessem o site coachesdesuperacao.com 

4 comentários:

. Teph . disse...

Complicado né?

Sáh disse...

aconteceu exatamente isso comigo a alguns dias! eu fui no pronto socorro com uma suspeita de infecção no pulmão ou seja lá o que for (eu estava quase tossindo meu pulmão fora há quase um mês lol)

E assim que entrei no consultório o médico já perguntou se eu tomo alguma outra medicação... cara eu gelei, porque eu ODEIO quando me perguntam coisas relacionadas a meu transtorno (sou borderline), disse que tomava Seroquel XRO, um estabilizador de humor... juro que vi a cara do médico mudando totalmente... o idiota ainta me perguntou por quê LOL devia ter respondido que roubei da farmácio e tomo pq acho divertido... é óbvio que era porque eu tinha um trantorno né... não precisava me obrigar a contar minha vida ou seja lá o que for.

É só uma tosse! Ele deveria cuidar DESSE problema, que é real né, dava pra ver como eu estava quase tossindo sangue lah... e não sair ligando uma coisa com outra, não tem nada a ver.

mjrmirote disse...

Bom post Vivi. E gostei tb da nova cara do seu blog.

Anônimo disse...

Já aconteceu comigo. Se você vai ao médico e diz que toma medicação pra TAB ele começa a sugerir outras causas pro seu sintoma, o próprio TAB!! Claro, porque é a única doença que existe ¬¬
Paciente psiquiátrico sofre preconceito mesmo, o que eu acho uma ignorância, ainda, de quem faz má julgamento.