Passei no concurso! E agora, digo que sou Bipolar?




Bipolar pode fazer concurso público?

Pode sim. A não ser que o concurso diga expressamente, escrito no edital que não pode. Exemplo: concurso de polícia vem escrito no edital que não pode transtorno bipolar.


Falar ou não falar que eu tenho Transtorno na hora de assumir um cargo público?
O governo pode me recusar a vaga porque sou bipolar?

Falar que você tem Transtorno na hora de assumir um cargo público é uma decisão muito pessoal, você tem que pensar se vale a pena correr o risco. Pois pode ser um risco assumir, pois mesmo você mostrando um relatório do seu médico dizendo que está bem, eles podem não te considerar Apto. Porque? Porque a avaliação psicológica ela é subjetiva. É um ato discricionário. Então eles podem te aceitar ou não te aceitar, mesmo estando estável.
Por isso é uma decisão pessoal contar ou não contar. Se você estiver bem, ninguém vai perceber. Tem Psiquiatra que aconselha falar e levar um laudo para dizer que está bem. Já tem psiquiatra que aconselha não falar. Pelo risco que você corre de não poder ser admitido. De qualquer forma a decisão é sua.

Mas nos exames pedidos dá para descobrir que sou bipolar?

Da não. Os exames de sangue não aparecem que você tem transtorno. Até o lítio só apareceria se eles pedirem um exame específico de dosagem de lítio. Que não é o caso, eles não pedem esse exame.
Com relação ao teste psicológico se você tiver bem, também não tem como identificar que você tem o transtorno. Abraços



Acompanhe no Facebook  e no Instagram e Inscreva-se no canal Viviane Vaz Coach no Youtube.  Mais Informações acessem o site coachesdesuperacao.com 

5 comentários:

Gera Wellington - Égua Não Muleke disse...

Eu tenho uma preocupação com isto o tempo que estou de aux. doença tenho visto concurso e logo me vem a cabeça se depois de passar seria aceito. Até mesmo pelo um cruzamento de dados tipo CPF junto ao INSS como é o meu caso. Muitos podem discordar do que vou dizer, mais assim como há cotas para negros e índios, hj eu sou favoravel que haja em concurso publicos para pessoas que tenham transtornos como TAB e Borderline por exemplo. Pois uma coisa são os médicos saberem da sua patologia outra coisa é sua chefia e não levar em conta. Eu mesmo trabalho na área de saúde em meio há médicos e tudo mais(rede privada), porém vejo uma falta de percepção de gerencia e o resto da administrativo, a empresa quer ver produção, uma pessoa que é instavel para eles não é visto com bons olhos. Desculpa mudar o foco, mais hj vejo alguma forma de ter contato com um congressista e há possibilidade de um projeto de lei.

Samuel Rodrigues disse...

Meu nome é samuel tenho 25 anos, esse blog é muito bom realmente quando fui assumi meu cargo de auxiliar de serviços gerais na prefeitura de Tianguá-CE fique super preocupado de ser reprovado a na avaliação médica, pois já tinha sido aprovado na prova de conhecimentos gerais,minha familía sempre falando p me não me preocupar pois iria dá tudo certo,fui na prefeitura peguei o a folha do atestado de saúde física e mental o chamado ASO, paguei 50 reais na epóca para o médico assinar ele só pergunto se eu tinha algum problema de saúde eu falei que não que eu sou uma pessoa saudável ele só fez carimbar e me entrego desejo felicidades, as vezes nós imaginamos 1000 coisas mas na hora pode ser bem simples, quando fui tirar minha carteira de habilitação no Detran-CE a mesma tensão passei por uma prova psicotécnica e fui aprovado da primeira vez também não falei que tinha doença pois além do transtorno Bipolar, tenho Hipertensão e não me cuido como um monte de coixinha, pizza na lanchonete mas preciso mudar porque o transtorno bipolar são apenas sintomas, as pessoas colocam rótulos em você ai aquele é Bipolar e nós que convivemos com a doença costumamos sofrer 3 vezes mais do que uma pessoa com mente que se diz "saúdavel" e que muitas vezes as pessoas que não tomam medicamento para nenhum transtorno parecem ser mais loucas do que nós que tomamos e se cuidamos diariamente, conheço pessoas como como médicos que eu os considero psicopatas pois muitos abusam sexualmente dos pacientes. A dica que eu deixou a todas as pessoas independente de ter transtornos psicológicos ou não que respeitem o outro e não tomem nenhuma atitude de cabeça quente porque geralmente dá errado, se cobre menos e faça caminhada, academia, pratique esportes, os psicólogos dizem caminhada serve também como antidepressivo, isso não quer dizer que você vai parar de tomar a medicação mas o médico pode dimuir a dosagem do litio e do risperidona o que melhora a sua saúde, namore alguem se for homossexual viva sua vida feliz você não deve nada a ninguém e não pode conta sua vida pessoal para qualquer pessoa, se concentre nas suas atividades no trabalho e nos seus estudos. Nós vamos vencer! amo todos!

Ana Paula dos santos disse...

Mim chamo Ana Paula dos Santos tenho 32 anos e tenho depressão e ansiedade sinto volta de more sempre mim ajude

Anônimo disse...

Anônimo disse...
Olá Viviane,
Eu li seu comentário sobre os testes médicos para admissão em concurso público. Você disse que não tem como eles identificarem que a pessoa tem transtorno bipolar. E quanto a concursos públicos com exame toxicológico? Nesses casos poderia ser identificado a medicação que a pessoa toma para prevenir as crises. O que diz a legislação a respeito nesse caso?

Mente inquieta disse...

Anônimo,

Os Exames toxicológicos baseados em fluidos corporais como sangue e urina são exames para detectar drogas, como por exemplo maconha, craque, cocaína, etc.. Esses exames são específicos.

Não detectam lítio por exemplo ou um antipsicótico. Para detectar o lítio teria que fazer um exame especifico que se chama dosagem de lítio ou litemia.

Por isso, se vc estiver bem, não vai dá sinais de crises, vc não precisa dizer que tem transtorno bipolar pois nos exames de sangue não dá para detectar as medicações.
Agora no psicotécnico, depende. Se for um psicotécnico da polícia eles podem pegar no teste psicológico.

Mas, nos testes psicotécnicos normais da maior parte dos órgãos (municipais, estaduais e federais), se vc estiver bem não dá para detectar.
De qualquer forma se vc resolver correr o risco e dizer dês do começo que tem transtorno bipolar, diga se vc quiser e estiver bem e possa apresentar um laudo médico dizendo que vc está bem.

Mesmo assim é um risco pois é um ato discricionário eles te considerar apto ou não apto. De qualquer forma se vc tiver um laudo favorável vc pode recorrer. Abraços