escrever..


"Escrever sobre o que to sentindo
escrever sobre os meus medos os meus anseios,
escrever sobre as minhas certezas e minhas incertezas
a maneira como eu vejo, como eu sinto a vida.
Naquele momento, naquela circunstância, tudo que eu precisava era falar, falar o que eu tava sentindo."

Eu sempre tive um diário no qual eu escrevo sobre a minha vida. Desde minha adolescência eu faço diários.
Os diários são importantes, principalmente quando você vai avaliar a crise que passou. Em todos eles eu pude perceber que véspera da crise eu estava fazendo muita coisa, estava estressada, cansada mentalmente e também tinha apresentado mais irritabilidade entres outros sintomas.
Mas os diários não servem só para crises serve para também você rever os momentos felizes, muitos momentos esses que a gente esquece e quando nos lembramos nos dá uma alegria imensa e força para continuar e também vemos com eles que os momentos felizes foram muitos maiores que episódios depressivos, isso é bom para nos lembrarmos que somos e vivemos muitos momentos bons.
Ou seja, escrever para mim é muito bom, é quase uma terapia.
A maioria dos meus diários não está digitado. Mas, tenho um diário: Diário da Auria, que conta a historia do percurso do meu tratamento como bipolar.
 Se você não tem o hábito de escrever num diário, experimente! É muito bom, vale apena!

5 comentários:

Prosa disse...

Ja escrevi muitas coisasé uma mania... escrevi em cadernos, diarios, blogs, papeis ao acaso... e apaguei tudo, rasurei, toquei fogo, joguei fora... não consigo controlar, sempre faço isso no auge de minhas crises... Qdo passa lamento ter jogado ao vento minha historia escrita...

*lua* disse...

Olá menina tudo bem?

Montei meu blog a pouco e procuro amizades para trocar tristezas e alegrias nessa caminhada de mão dupla. Adorei seu blog.

um beijo
*lua*

superacaodiaria disse...

Interessante. Um diário pelo que entendi a respeito do seu blog. Vou ler mais para entender melhor.

Sou um ser fragmentado. disse...

amo muito esse blog gostaria q vc visitasse o meu! http://rrenatabrandao.blogspot.com/

raquel cardozo disse...

Estamos juntas nisso